Photo | Como aprendi a fotografar

Hoje é Dia Mundial da Fotografia! Nisto sou amadora, ou seja, amo. Se sou boa ou não, com mais ou menos jeito, aceito discutir, mas o gosto que tenho por ela não pode ser posto em causa. No entanto - e com um certo ressentimento, confesso - nunca fiz qualquer formação em fotografia. E por isso, hoje venho falar-vos um pouco de como fui aprendendo o que já sei sobre este mundo.



Antes de começar, nunca se esqueçam: a experiência é a nossa melhor amiga. Usem a ferramenta que usarem - DSLR, telemóvel, ou torradeira (?) - nunca vão melhorar se não explorarem as potencialidades totais da vossa câmera. Arrisquem, brinquem com o modo manual, se for preciso (e aconselho!) leiam o manual de instruções para perceber tudo o que podem fazer. Nunca vão perceber qual é o vosso estilo, qual é o tipo de fotografia que gostam de fazer, quais são as vossas potencialidades, ou de que material precisam para evoluir, se não experimentarem. O que é o pior que pode acontecer? Ficarem com uma imagem totalmente preta ou branca? Captem outra a seguir!




LUZ

Não é o primeiro tópico por acaso. A luz está para a fotografia como a água está para a vida. ISO, tempo de exposição, abertura. Três factores que serão cruciais na imagem que queremos captar. Estes são pontos vitais da vossa fotografia, para além da composição, que irão ditar a luminosidade, o movimento, a dinâmica e a profundidade de campo. Segue um vídeo interessante sobre este assunto e um esquema que, se se interessam por isto, já viram pela net fora - não é meu! Se quiserem uma explicação mais detalhada deste ponto terei todo o prazer em tirar umas fotos de exemplo para vos mostrar, é só dizerem!




LIVROS, VÍDEOS E SITES

A experiência conta, mas não é tudo: absorver informação é um excelente alimento para melhorar a nossa técnica e abrir horizontes! Aconselho-vos vivamente a lerem o FOTOGRAFIA, do Joel Santos. Aprendi imenso sobre os essenciais da técnica, sobre a importância da história (que para mim é o elemento mais importante de qualquer imagem) e as regras de composição da fotografia clássica - que não têm que ser seguidas à risca, claro, mas como podemos quebrar as regras se não as soubermos? É um excelente manual. Neste momento, tenho na minha cabeceira o FOTOpad, também do Joel Santos, à espera de algum amor, e o Read This If You Want to Take Great Photographs of People, do Henry Carroll.

Caso queiram soluções mais digitais, têm sempre o nosso bem amado Youtube e os seus tutoriais! Espreitem alguns dos meus canais favoritos no post da passada quarta-feira. E claro, há também os canais sobre edição, mas confesso que nesses ainda não encontrei nenhum que me enchesse mesmo as medidas: sugestões aceitam-se! Talvez o do Peter Mckinnon, que não sei se se enquadra porque ele aborda uma data de assuntos, mas que é espectacular, ainda assim!

Outra sugestão é explorarem portais que vos possam trazer novos conhecimentos. Recomendo vivamente o Digital Photography School, onde tenho descoberto imensos tutoriais excelentes, artigos super interessantes sobre o clássico e o vanguardista, e também algumas questões importantes em que normalmente não penso e que se revelam pertinentes. Subscrevam a newsletter, vale a pena!






COMUNIDADES

Nem só dos clássicos se faz a inspiração. Partilhar as vossas imagens num fórum fotográfico ou numa plataforma de fotografia e apreciar o trabalho de outros fotógrafos amadores e profissionais é uma grande fonte de ideias. Infelizmente já não dedico tanto tempo a isto como gostaria, mas comecei no Olhares há uns 10 anos atrás (que entretanto abandonei), e actualmente gosto de espreitar o 500px e de vez em quando participar nos desafios do GuruShots. Doses brutais de inveja fotográfica!






DESAFIOS

Quando abracei o 6 on 6 a convite da Marta estava longe de imaginar o poder que este desafio teria na minha evolução, que continuou com o Off Sight e que vou procurar abraçar sempre daqui para a frente. Sair da caixa, estabelecer um objectivo e ir atrás dele é a melhor maneira de nos confrontarmos com as nossas dificuldades e de nos obrigarmos a ultrapassá-las. Recordo o desafio Noite, que me fez concretizar uma ou duas ideias que tinha em mente mas que nunca tinha de facto aplicado, o de Viagens, que fotografamos com o telemóvel e que me fez perceber que esse é ainda um dos meus pontos fracos, e, para terminar em grande, o tema livre em que escolhi Criar e em que criei de facto algumas das minhas imagens favoritas. Já no Off Sight, confesso: estou a gostar muito de me dedicar às pessoas, depois de passarmos meses a explorar locais abandonados. No entanto, e relativamente a estes últimos, afirmo sem medo que foi das melhores experiências que fiz, já que me obrigou a pôr a cabeça a funcionar e a criar histórias que me deixaram bastante satisfeita com os resultados! Sim, há orgulho aqui - yay!

Mas não precisam de ter um desafio blogosférico - imponham-no a vocês mesm@s! Tenho n sessões de auto-retrato que nunca viram a luz do dia guardadas no disco externo. Tenho milhares de fotos guardadas sem destino, mas nas quais investi o meu tempo e a minha dedicação. Por muitas vezes decidi que "hoje só fotografo com o telemóvel", ou "hoje só uso a objectiva x", ou "é hoje que saio do modo semi-automático". E não me arrependo de nenhuma das minhas imagens: sem elas, nunca teria percebido o que realmente gosto de fazer ou fotografar.






EXPERIMENTAR

Criar, criar, criar. Brinquem com a câmera, brinquem com os enquadramentos, com a exposição, com a edição (que, para mim, faz parte integrante e vital de uma boa imagem). Não se fiquem pelas regras: se alguém vos diz que tem que ser feito da maneira x ou y, questionem e descubram se é a maneira ideal para vocês. Nisto de deixar a imaginação fluir, desde que gostem do resultado, é o que importa. A fotografia pode traduzir a nossa visão do mundo se conseguirmos utilizar as ferramentas que temos à mão, e por isso é algo muito pessoal e único.





ANALÓGICO

Esta é a prova de fogo, e uma que me falta pôr em prática, confesso. Mas nada obriga a uma maior atenção e controlo do que não ter a hipótese de ir testando aos poucos o que irá resultar do nosso trabalho. E, por isso, deixo aqui o compromisso público: em breve vou tirar o pó à analógica cá de casa, e pôr as minhas capacidades à prova. Prometo que vos conto como correu a experiência!


Estas são apenas algumas das formas com que fui aprendendo mais uma coisinha ou outra sobre fotografia. Não sou nenhuma expert, de forma nenhuma, mas tenho noção de que fui melhorando ao longo dos tempos porque nunca me canso de aprender mais sobre isto. Portanto, venham daí as vossas melhores sugestões para que possamos tod@s aprender mais qualquer coisa!

Tenham um excelente Dia Mundial da Fotografia, e fotografem muito! :)


16 comentários :

  1. Esta publicação está genial Jiji, ao tempo que não ficava entusiasmada com um post deste estilo!
    Vou ser sincera, se quisesses mesmo podias ser fotografa profissional, nem que fosse a nivel de extra, part time. Tens olho, sabes o que estás a fazer, tens uma perspectiva clara e concisa, e vê se que procuras sempre melhorar.

    Adoro ler o teu entusiasmo com o nosso projecto fotográfico e sinto a mesma coisa, estamos a melhorar a sair da nossa caixinha e isso dá um gozo do caraças.

    Estou te mesmo a ver daqui a uns aninhos a dar um workshop de fotografia para bloggers ou quem sabe um curso online. Think about it. Tens muito potencial aí dentro.

    Um fim de semana maravilhoso! Muahhh

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vá não é um comentário muito elaborado como o da Marta, mas só para dizer que subscrevo o que está supracitado. As preferidas: os autoretratos. (A camisola de lã, és tu não és?)
      Que tal combinarmos um fim-de-semana fotográfico? Sim, sim, sim?

      Beijos, tenho saudades do teu sotaque! Não dá para fazeres um podcast? ahahah!

      Eliminar
    2. Lu eu cá acho que devíamos ir ao Porto =)

      Eliminar
    3. Oh meninas <3 boceses matam-me do meu curaçoum :D

      Marta, obrigada! Ando a pensar nisso, sabes...suponho que se nunca arriscar, nunca saberei! :p Fico mesmo feliz por saber que gostas do que vou inventando, e que gostaste do post! <3

      Luuu, obrigada! Sim, sou eu <3 Anda cá ao Porto para matarmos saudades! :D

      Venham as duaaaas!

      Eliminar
  2. Gostei do post!
    Mil beijinhos,
    Kika Maria | https://kika--maria.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  3. Por acaso também gosto imenso de fotografia, não me sinto fotografa e nem tenho aquelas páginas no facebook ahaha. Mas adoro as tuas e consigo ver que tens "olho para a coisa". Muitos parabéns pelo magnifico trabalho!

    Beijinhos,
    Dezassete

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Daniela :D ahah mas aprender mais nunca fez mal a ninguém :D Um beijo!

      Eliminar
  4. Gosto imenso de fotografia mas não sou assim tão boa. Se calhar porque me falta arriscar, ir mais além! Tens aqui um post espetacular, deixa-me que te diga! Parabéns
    Beijinhos

    http://that-g-i-r-l.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muitos anos de treino - e ainda tenho muuuuuuito por onde melhorar! Vamos sempre tempo :) Obrigada!

      Eliminar
  5. Gosto imenso de fotografar!
    Beijinhos <3
    http://damselme.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. adorei ouvir te falar deste tema. Fotografia é algo que me intriga muito mas confesso que a minha experiência e conhecimento são quase nulos
    fiquei com uma melhor ideia agora e talvez até comece a investigar mais
    beijinhos

    http://umacolherdearroz.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se precisares de ajuda em alguma coisa, é só dizeres, Ivânia :D

      Eliminar
  7. Não tenho dúvida nenhuma que tens um talento enorme!:D

    Another Lovely Blog!, http://letrad.blogspot.pt/

    ResponderEliminar