Quase-maratona de filmes: a fechar o Movie 36

Agosto, Setembro, Outubro, Novembro, Dezembro = 15 filmes. E não é que com uma pequena batota ao estender a coisa para Janeiro, quase que chegava ao objectivo do Movie 36? Fiquei-me pelos 11 (32 no ano inteiro), mas acho que não é muito mau. Vamos a uma maratona? Vamos lá.

TL;DR? Então aqui fica a lista dos filmes, programas e documentários de que vou falar:

| Coldplay: A Head Full of Dreams |
| Bird Box |
The Truman Show |
BlacKkKlansman: O Infiltrado |
Bohemian Rhapsody |
Johnny English Volta a Atacar |
Jeff Dunham: Relative Disaster |
Monstros Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald |
Trevor Noah: Afraid of the Dark |
Trevor Noah: Son of Patricia |
The Dictator |


Coldplay: A Head Full of Dreams

Este filme foi uma montanha russa de sentimentos. Foi impossível evitar os arrepios provocados por cada acorde deles quando putos, pela música simples, crua e própria de quem ainda está a crescer e tem o sangue na guelra. Foi também impossível evitar um certo cringe ao ver as explosões de confetti e borboletas a cada crescendo nas filmagens dos concertos mais recentes, embora goste das músicas. (Um dia destes falo-vos mais desta minha faceta de velha do Restelo...) Dito isto: se gostam de Coldplay, vejam - quer seja porque os adoram desde sempre ou por homenagem à vossa fase favorita deles. É um bom documentário, tem boa música, e está muito bem montado.


Bird Box

Sobre este vou ter que falar depois com maior detalhe, mas há algo que vos posso dizer já: vejam e preparem essas unhas, porque vão roê-las! Estive on edge todo o filme, e a Sandra Bullock fez um trabalho brilhante na criação de uma personagem genuína e completa: não é 100% boa nem 100% má. É uma pessoa. O hype justifica-se!


The Truman Show

Um clássico que só agora vi - e ainda bem que vi. Trata-se de uma comédia, sim, mas com um fundo de drama que nos faz estar em constante atenção durante todo o filme. Este filme gira em torno da vida de Truman Burbank, que ele julga ser a de uma pessoa normal mas que na realidade é uma vida encenada num gigante estúdio e transmitida na TV. Faz-nos pensar sobre os objectivos que definimos no dia-a-dia e na nossa relação com os outros.

Jiji à Lyon: Em viagem, em low-cost, mas a comer bem!

Sabiam que Lyon é a capital gastronómica de França? Pois, nem eu sabia até lá ter ido. E adivinhem lá...fui muito feliz neste campo. E noutros, se quiserem ir espreitar as restantes publicações sobre Lyon!


Na Rua...

Não faltam bancas, quiosques, cafés e boulangeries para parar e comprar qualquer coisa para trincar.

Por acidente, demos com o Marché Saint-Antoine, um mercado de produtores repleto de mercearias, legumes e fruta de aspecto delicioso. E, claro, o ocasional petisco à venda também. Para uns snacks saudáveis e também para umas refeições mais leves é perfeito (os meus amigos vegetarianos fizeram as suas delícias aqui!). Todos os dias excepto segundas-feiras, das 6h às 13h.




Subenshi: Impróprio para Cautelosos

Quando vi este tweet da Inês lembrei-me: ainda não falei por cá da experiência gastronómica mais próxima da "refeição mistério" que tive nos últimos tempos! Ainda durante o Verão, tive o prazer de ser convidada pela Zomato para experimentar o - na altura novo - menu do Subenshi, na Baixa do Porto: o BenÁsia - Tasca Asiática.

O Subenshi

A cozinha japonesa é aqui a rainha, seja na forma de sushi ou de outras especialidades. Num restaurante localizado num edifício tipicamente portuense, com o seu pé direito alto, azulejos e tectos lindíssimos, e o aspecto de uma casa transformada em espaço público, encanta só de ver. Os espaços são distintos: o rés do chão é dedicado à sua Tasca Asiática - BenÁsia - e bar, e os dois pisos superiores e esplanada (com uma vista linda sobre o jardim da Cordoaria) são dedicados ao restaurante. Mas...e a comida? Já lá vamos!



Youtube para os Junkies da Fotografia

Que o Youtube é uma fonte infinita de conhecimento já não é surpresa para ninguém. Que todas as áreas têm óptimos criadores de conteúdo que nos podem inspirar e ensinar imenso também não. E na área da fotografia, sejamos nós mais ou menos amadores da e na coisa, a oferta não tem fim! Mas num meio tão cheio de conteúdo novo, onde está aquele que procuramos?

Deixo-vos então alguns dos meus canais de Youtube preferidos de momento nesta área - e se a fotografia não é a vossa cena, em breve vêm cá parar mais alguns de outras áreas - stay tunned!

Peter McKinnon: O Rei da Edição @ Instagram

Peter McKinnon ou, como eu gosto de lhe chamar, O Rei Disto Tudo. Nem sequer tem o estilo de fotografia que eu gosto de fazer - o Peter é muito mais radical, urbano, sharp e edgy do que eu, mas sabe editar vídeo e fotografia como ninguém e as imagens dele são estrondosas. Confesso, este homem deixa-me com o bichinho de ingressar no vídeo também. Se tiverem tempo, espreitem a sua última criação: The Bucket Shot, que nos conta a história complexa de como ele perseguiu uma única foto.

Sorelle Amore: Inspiring Queen @ Instagram

Se exploram este mundo da fotografia no Youtube, de certeza que já conhecem a Sorelle. Rainha das Advanced Selfies, da genuinidade, da sinceridade, dos sorrisos sem fim, e de fazer acontecer. O conteúdo da Sorelle inclui poses, dicas, truques fotográficos, mas também viagens e reflexões interessantíssimas e que, não posso deixar de o dizer, já me fizeram olhar muitas vezes para a vida de uma forma diferente. Quando ela escrever um livro, eu quero ler. Just sayin'. 

Christopher Frost: Review Extravangaza

Christopher Frost: o rei da reviews de objectivas, dono de um sotaque delicioso e de um detalhe fantástico nas avaliações que faz. Antes de gastarem dinheiro, aconselho a darem uma espreitadela ao que ele possa ter a dizer sobre aquilo que vos interessa.